Bom pra cachorro

Amor pelos cães tem festival em Marituba

Um sábado inteiro de atrações. Ingresso equivale a um quilo de ração seca que será doada a abrigos de cães.

Um festival bom pra cachorro não é um festival de comilança canina, mas é um mergulho instrutivo e animado no mundo da cinofilia! Então, o evento será bom para veterinários, empreendedores do setor, criadores, cuidadores. Enfim, para quem ama pet.

Qualquer que seja a sua opção, saiba que não basta ter “amor pelo cãozinho”, e no extremo da dedicação chama-lo de “filho” ou “filha”; pôr nomes dignos de registro em cartório de humanos; fazer mimos.  

Para cuidar do bichinho de estimação é recomendável conhecer algumas coisas básicas sobre cinofilia. Mesmo que não seja o caso de você ter um canil ou ser um especialista, é recomendável contratar um veterinário para cuidar da saúde do animal, e um “handler” para treiná-lo no desenvolvimento das muitas habilidades, inclusive a de ser um autêntico “cão de guarda” - muito útil nestes tempos de insegurança, e se habilitar, quem sabe, a uma disputa em competição de raças.

Para se aprofundar sobre tudo isso, ou somente se divertir, não perca o evento que o Kennel Clube do Estado do Pará vai promover em Marituba, no dia primeiro de junho. Será o Festival Pan-Americano de Cães, com programação técnica e atrações abertas ao público.  

Além da exposição de animais, a programação inclui palestras sobre uma variedade de assuntos de interesse para criadores, cuidadores e pessoas que se dedicam aos cães e a eles concedem atenção e bem-estar.  O Festival interessa também para quem é dos ramos da veterinária, comércio de produtos e serviços do mundo pet, reprodução e pesquisa científica.

Ao promover o festival, o Kennel Clube quer popularizar a cinofilia (conjunto de práticas e cuidados que dão suporte profissional ao que se chama de “amor aos cães”). Um dos eixos da cinofilia é o melhoramento das raças, experiência que exige conhecimento de veterinária reprodutiva e um ambiente técnico-científico tão sofisticado quanto de uma clínica, com o mesmo objetivo, dedicada a humanos.

Kennel Clube do Pará busca fortalecimento
O Festival vai representar uma volta no tempo, mais precisamente há 30 anos, quando o Kennel Clube foi criado e os eventos, desde então, mobilizavam até 400 criadores. Hoje, com cursos, palestras e treinamentos; exposições e disputas entre representantes das mais diversas raças, o clube trabalha para se soerguer e já tem 90 sócios. Filiado à Confederação Brasileira de Cinofilia – CBKC (https://cbkc.org), o clube reconhece o funcionamento de 50 canis no Pará e promove uma intensa programação técnica muito útil para a melhoria dos planteis. Os eventos agregam valor econômico aos criadores, considerando-se vários fatores de qualidade dos animais.

Segundo o presidente do Kcepa, Guto Moraes, o momento é de expansão e intercâmbio com o mercado estrangeiro, sobretudo, o americano. Para ampliar a prática da cinofilia no Pará, copiando o que já acontece nos Estados unidos, onde a televisão faz transmissões ao vivo de festivais, o Kennel Clube do Pará está implantando um canal na TV, na internet, para também transmitir eventos locais, ao vivo – informa Guto Moraes.  O canal será lançado durante o Festival, em Marituba, que apontará os campeões das raças que lá serão exibidas. 

As exposições e eventos técnicos agregados aos festivais, com a anuência da Confederação Brasileira de Cinofilia, são itinerantes e acontecem durante o ano todo em várias cidades do país. Neste ano, já aconteceram festivais na Paraíba, Pernambuco, Paraná e cidades do ABC paulista. Cumprindo o propósito de difundir a cinofilia no Pará, já aconteceram eventos do Kennel Clube em Paragominas e Castanhal, na região Nordeste.

A programação do Festival começará nesta segunda-feira, 27; durante a semana haverá várias palestras ministradas por especialistas. Os cursos são gratuitos para os associados do Kennel Clube; para não sócios, a taxa é de R$ 250,00. O primeiro será um curso de Handler (tratador) e Grooming (tosa).

No dia primeiro, o público poderá conferir a exibição e a beleza de cães nacionais e estrangeiros. Serão apresentados trabalhos com cães de guarda, trabalho, companhia, pastoreio e esporte. Pastor Alemão, Pastor Belga Malinois e Rottweiller (os preferidos das forças de segurança pública), são as raças que mais se destacam nos festivais. Mas comparecem também o Buldogue Francês, Sptz Alemão e Chihuahua, que despontam entre os melhores cães de companhia. Haverá ainda estandes com produtos e serviços, incluindo tosa, sobre o bem-estar animal.

O festival tem apoio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Universidade Federal do Pará - Campus de Castanhal.  Aberto ao público, o Festival acontecerá no Ginásio Municipal de Marituba. O ingresso se dará mediante a entrega de um quilo de alimento seco, que serão doados para abrigos de cães.

Fotos: Elcimar Neves / Casa C
 

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL TEM PALETRAS TÉCNICAS

Dias 27 e 28
Curso de Handler. Ministrante: Mauro Studart / Canil Von North
Local: Centro de Treinamento Von North (Rodovia BR 316, Condomínio Parque Verde, em Marituba).

Dia 29
Curso de Grooming, Ministrante: Júnior Ferreira / Canil Legendários
Local: Sede Kcepa - Kennel Clube do Estado do Pará (Rodovia BR 316, Condomínio Parque Verde, em Marituba).

Dia 30
Palestras de Marcelo Eduardo Freitas dos Santos (RS), Rosana Beatriz Knap dos Santos (RS), Carlos Roberto Flaquer Rocha (SP), Fernando  Guimarães Caldas de Souza (MA), Marcus Túlio Cavalcante Costa (AM), Luis Eduardo Matos Mendes (CE). 
Hora: 17h
Local: Hotel Holiday Inn Express - Sala Xingu

Bem Estar Animal
Hora: 17h
Local: Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Pastor Alemão e Rastreador Brasileiro
Hora: 18h

Spitz Alemão
Hora: 19h

Shih-Tzu e Dicas de Apresentação em Exposições
Hora: 20h

Akita, Husky Siberiano e Samoieda.
Hora: 21h

Ética na cinofilia e maus criadores
Hora: 22h   

Dia 01 de junho

Festival Pan-americano de Cães
Local: Ginásio Municipal de Marituba - Rodovia BR 316.
Horário: abre às 8 da manhã.

Eventos:
Exposições Especializadas (08h), Exposições Gerais (10h)

Ingresso: um quilo de alimento seco para cães, que serão doados a abrigos de cães, em Belém.

Comentários